logotipo
35 anos de rock'n'roll

Música do Dia


OZZY OSBOURNE - Let Me Hear You Scresm

Overload Beer Fest terá D.R.I. como atração principal em São Paulo

Festival acontece em março, em São Paulo, e terá D.R.I. junto com 6 atrações nacionais.

Você viu o painel do Pearl Jam no Shopping Morumbi em São Paulo?

O Shopping Morumbi foi um dos lugares escolhidos pelo Pearl Jam para dar uma “pista” do novo CD.

Novo álbum do Nightwish chega em abril e banda se apresenta no Brasil

Banda fará shows em São Paulo e no Rio de Janeiro no mês de maio para divulgar o disco.

  • Overload Beer Fest terá D.R.I. como atração principal em São Paulo

    Terça, 21 de janeiro de 2020
  • Você viu o painel do Pearl Jam no Shopping Morumbi em São Paulo?

    Terça, 21 de janeiro de 2020
  • Novo álbum do Nightwish chega em abril e banda se apresenta no Brasil

    Segunda, 20 de janeiro de 2020

Green Day Rock Band: o punk rock invade os videogames

por Luiz Silva

Ousadia não falta à Harmonix, afinal, todos esperavam que o próximo jogo da franquia Rock Band de uma banda fosse algo “mais clássico”. Alguns especularam o anúncio de um Rock Band Guns N’Roses ou até um jogo especial do Nirvana e Pearl Jam, mas eis que na Video Games Awards de 2009 a empresa anunciou que o sucessor de Beatles Rock Band seria a banda Green Day.
Reclamações surgiram de todos os lados, ao mesmo tempo em que aplausos também foram ouvidos. Mas Green Day é isso emsmo: amor e ódio, ou gosta ou detesta, é impossível ficar indiferente à presença da banda. Do mesmo modo, é impossível ficar indiferente a qualquer jogo que a Harmonix faça, afinal, são eles que moldaram a nova indústria musical. Seja o que for que eles fizerem com o Green Day (com ou sem inovações na série) não vai passar batido.

A BANDA
Ousadia não falta. Nos anos 1990, quantas bandas apostariam no punk rock durante a transição do metal farofa para o grunge? O Green Day apostou e venceu. Não por menos, eles se juntaram ao Blink 182 e ao Offspring para revitalizar o movimento em solo americano. Outros belos exemplos da ousadia do Green Day estão em suas músicas de protesto contra as recentes políticas belicosas de seu país e mesmo no nome da banda - que faz apologia ao Green Day, ou seja, um dia em que as pessoas deixam tudo de lado para fumar maconha o dia inteiro.
Tanta ousadia não poderia ter deixado o Green Day passar despercebido pela grande massa e o saldo disso foi o estrondoso sucesso da banda que já contabiliza mais de 50 milhões de CDs vendidos em todo o mundo. Todo o sucesso mudou a banda (fato que acontece com todos os grupos de sucesso), aconteceram as famosas quedas nas vendas dos CDs, participações de blockbuster dos cinemas, contribuições com outros artistas e acusações de se venderem por dinheiro. Mas o Green Day continuou ativo.
O trio permanece ativo por tempo suficiente para seus músicos se tornarem ídolos de uma nova geração de roqueiros e assim seus nomes na história contemporânea da música. O próximo e maior passo é a criação de um jogo musical que com a marca Harmonix/MTV/EA certamente garantirão boas vendas para a banda.

O JOGO
O game conta a trajetória que a banda teve desde sua criação até os dias atuais, o que é de praxe. Sempre com o intuito de agradar os fãs do trio americano. Dentre as fases do conjunto, é certo que estarão sendo contadas as fases conhecidas como Nimrod, American Idiot e 21st Century Breakdown. Espera-se que todos os oito CDs da banda estarão representados no jogo e, se depender de Billie Joe, os fãs ficarão satisfeitos.
"Trabalhamos com a equipe do Rock Band no ano passado para tornar disponível aos fãs as faixas do 21st Century Breakdown. Estamos empolgados por estar trabalhando no jogo, abrangendo nele toda a nossa carreira”, disse o líder da banda.
A banda está estilizada tudo nos conformes de um Rock Band, ou seja, Billie Joe, Mike Dirnt e Tre Cool tiveram seus movimentos, trejeitos e aspectos físicos transportados para o mundo digital de Rock Band, da mesma maneira que os garotos de Liverpool. Isso significa que não se trata de um jogo foto-realista, mas sim de um jogo cartunizado. Mas ainda assim bem fiel à banda.
Dentre as 47 músicas do trio americano, é certo que as famosas American Idiot, Wake Me Up When September Ends e Boulevard of Broken Dreams estarão no pacote, além daquelas que já haviam sido disponibilizadas para DLC, como Brain Stew, Jaded, Hitchin’ a Ride, 21 Guns, Christian's Inferno, East Jesus Nowhere, Know Your Enemy, Last of the American Girls e ¡Viva La Gloria!
A intenção é claramente colocar o jogador nos "sapatos" dos músicos e vivenciar como é ser um Green Day. "Queremos que as pessoas incendeiem, que escolham sua faixa favorita e que toquem conosco, para que sintam como é estar em um palco sendo o Green Day", disse Billie Joe.
O jogo sai no dia 8 de junho para Xbox 360, Playstation 3 e Nintendo Wii. Vale dizer que os usuários dos consoles ganharão um mimo, pois poderão baixar canções que não estão no pacote do jogo (o mesmo vale para os proprietários de Rock Band 1, 2 e do vindouro Rock Band 3), já que a Harmonix criará uma sessão especial da banda na loja virtual do game. Isso tudo para garantir que a experiência seja a mais completa possível. Outro grande mimo para agradar os fãs da banda é que conforme o progresso for alcançado no jogo serão destravadas fotos raras da banda. Pelo menos 40 minutos de vídeos com entrevistas, bastidores e performances do grupo.
Naturalmente que o pacote completo envolve guitarra e bateria estilizadas da banda, mas para aqueles que quiserem comprar o jogo em separado não há problemas, pois os instrumentos antigos (e mesmos os do concorrente Guitar Hero) serão compatíveis.

ROCK DE MENOS
Aerosmith, Metallica, Beatles... Todos esses são considerados clássicos. O mesmo não pode ser dito do Green Day, uma vez que a banda assumidamente punk flerta com tantos estilos diferentes e muda muito sua sonoridade nas diversas fases que hora eles ganham muito fãs, hora eles perdem outros fãs. Essa mudança não é devaneio nem conspiração contra a banda.
"Eu realmente gosto de criar arranjos diferentes", disse o vocalista Billie Joe, sobre as mudanças no som da banda.
Essas mudanças e fases, aliás, irritaram algumas pessoas conforme ocorriam. Sabe-se que John Lydon, lendário vocalista dos Sex Pistols, não gosta do Green Day.  Assim como Brandon Flowers, vocalista do The Killers, que se sentiu ofendido com a canção American Idiot.
American Idiot (o álbum), por sua vez, é acusado por várias frentes de ser muito pouco punk rock, pois apesar possuir uma visão crítica do governo americano da época Bush.
Quem parece estar satisfeito com o lançamento, como não poderia deixar de ser, são os membros da banda. "O Rock Band é a melhor maneira de os fãs de todas as idades viverem a experiência de nossa música", disse o sorridente Billie Joe que parece entender que os videogames são mais do que nunca uma forma de juntar seus fãs seja qual idade for.

OUSADIA NÃO FALTA
Como dissemos no início desta matéria: ousadia não falta. O Green Day está sempre adaptando seu som e ousadia também não falta à Harmonix, que apostou numa banda tão diferente do habitual para o seu próximo game. O que é certo é que a ousadia não vai passar despercebidas e as vendas do jogo e a recepção dos fãs e críticos vai definir se os próximos jogos musicais (sejam eles Rock Band ou Guitar Hero) vão seguir nesse caminho de levar cada vez mais estilos para a casa do jogador ou se eles vão seguir no caminho de apostar em bandas incontestáveis, como outrora estavam fazendo.
Goste ou não, o Green Day não vai modificar o cenário musical (pelo menos desta vez), também não vai revitalizar um estilo (não desta vez), mas vai com certeza modificar a diretriz dos jogos musicais de uma vez por todas e ao fazer isso é possível que outras bandas alternativas também queiram um jogo só seu. Só resta saber se os jogadores terão ousadia o bastante para comprar essa ideia.



 
Busca no site