logotipo
35 anos de rock'n'roll

Música do Dia


OZZY OSBOURNE - Let Me Hear You Scresm

Tristeza dupla: morrem bateristas dos grupos C.O.C. e To/Die/For

Reed Mullin e Santtu Lonka morreram nesta semana: causas não foram reveladas.

Black Swan: superprojeto de hard rock reúne músicos consagrados

Novo supergrupo reúne músicos de Whitesnake, Dokken, Foreigner, Mr. Big, Ace Frehley e MSG.

Absu anuncia seu fim após briga com guitarrista que virou trans

Banda texana de black metal usa redes sociais para anunciar oficialmente seu fim.

  • Tristeza dupla: morrem bateristas dos grupos C.O.C. e To/Die/For

    Terça, 28 de janeiro de 2020
  • Black Swan: superprojeto de hard rock reúne músicos consagrados

    Terça, 28 de janeiro de 2020
  • Absu anuncia seu fim após briga com guitarrista que virou trans

    Terça, 28 de janeiro de 2020

Tarja Turunen: entrevista exclusiva da ROCK BRIGADE com a cantora

A cantora Tarja Turunen volta ao Brasil no fim do mês de outubro e tem sete apresentações confirmadas. Os shows acontecem em São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte e Recife.

 

A turnê que passa pelo país divulga o álbum solo Colours In The Dark, lançado em agosto de 2013, que já foi apresentado aos fãs brasileiros no ano passado com shows praticamente esgotados e de grande sucesso em Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro.

 

Entrevista por Gustavo Maiato e tradução por Victória Heloise

 

ROCK BRIGADE: Você vai visitar um monte de cidades que bandas internacionais de metal normalmente não vão como Salvador e Recife. Parece que sua música está chegando a todos os cantos do Brasil. Qual é a sensação de tocar em todos esses lugares diferentes desta vez?

 

Tarja Turunen: Como sempre, eu adoro visitar o Brasil. Desta vez eu estou realmente feliz por ter a chance de ver muito mais de seu país do que vejo normalmente em minhas visitas, porque há muitos shows nesta turnê no Brasil. Eu quero agradecer por esta oportunidade rara! Eu só espero ter um pouco de tempo para ver e explorar mais do que apenas as ruas e aeroportos nas cidades. Se tratando dos shows mesmo, estou certa de que teremos um ótimo momento, muita diversão e compartilharemos momentos de emoção juntos como sempre em meus shows no Brasil.

 

RB: Nos últimos anos você veio para o Brasil muitas vezes. Você está se preparando algo especial desta vez? Haverá alguma mudança no set list?

 

TT: O set list e até mesmo a banda que eu estou trazendo comigo vão ser um pouco diferente do que na minha visita anterior. Vou apresentar ainda algumas canções do meu próximo álbum de rock! Estou animada para ver todos vocês em breve!

 

RB: Seu último álbum, Ave Maria - En Plein Air, é uma homenagem a todos os canções chamadas de "Ave Maria" ao longo da história. Como você teve essa ideia? Você é uma pessoa religiosa?

 

TT: A ideia de gravar este álbum nasceu há muitos anos com a ajuda e apoio do organista Kalevi Kiviniemi que veio a trabalhar comigo durante vários anos. Ele estava me sugerindo gravar esse tipo de álbum, porque ele, entre o meu público em meus concertos de música clássica, sempre me apreciou profundamente cantando Ave Marias.

 

Eu sempre amei cantar Ave Maria e desde que eu comecei a tomar aulas de canto lírico. Eu acho que minha voz soa melhor em música de câmara e esse é o estilo de música que eu tenho quase sempre estudando como cantora lírica. Através dos anos, tenho quase sempre incluido canções Ave Maria em meus programas tradicionais de concertos de Natal, então eu decidi escrever uma em minhas próprias alguns anos atrás para minha próxima turnê e esta Ave Maria está incluída no álbum também.

 

Como é meu primeiro álbum puramente clássico, é um álbum muito importante para mim como artista. Ele representa a minha longa experiência em música clássica e meu conhecimento como uma cantora lírica. Eu sou abençoada por ser capaz de fazer uma carreira como cantora lírica, porque a música clássica era realmente o meu primeiro amor desde que eu era uma criança pequena. Eu tenho trabalhado muito para tornar-me aceita como cantora lírica, por isso espero que este álbum ajude um pouco nesse aspecto.

 

RB: Você está terminando as gravações de seu novo álbum. Pode nos dizer em que fase está? Conte-nos um pouco mais sobre a composição e como ele vai soar.

 

TT: Atualmente, estou mixagem do álbum, juntamente com Tim Palmer, que trabalhou comigo em meus álbuns anteriores também. Eu estou muito feliz com os resultados até agora. O processo de composição foi novamente bastante longo, porque eu estive em turnê e ocupada com outros projetos o tempo todo. Levei 2 anos para fazer as músicas e eu escrevi muitas sozinha ou com compositores que tenho trabalhado antes nos meus álbuns. O processo foi adorável e eu sinto que este álbum é o melhor da minha carreira até agora! Tudo parece estar em um lugar correto e os elementos que eu estou usando são os mesmos do meu disco anterior. Claro que eu tenho preparado surpresas para o meu público, como sempre em meus trabalhos, mas você pode esperar agitar com a minha nova música!

 

RB: Foi uma surpresa para todo mundo quando o baterista Mike Terrana deixou a banda. Quais foram as razões para a sua saída?

 

TT: Primeiro de tudo, eu não tenho uma banda. Todos os músicos que trabalham comigo também estão trabalhando com outros artistas, para quem eles são músicos. Dito isto, nós compartilhamos um sentimento que nós trabalhamos como uma banda. Hoje em dia, tenho o prazer de ser capaz de escolher com quem trabalhar, por isso, enquanto eu me sinto bem com as pessoas que estão ao meu redor, eu aprecio seus esforços e companhia. Se este não é mais o caso, eu prefiro fazer alterações.

 

RB: Você tem planos para o futuro com o novo álbum? Nós podemos esperar mais uma turnê no Brasil?

 

TT: Eu farei o meu melhor para ser capaz de visitar o Brasil com o meu novo álbum. Eu adoraria! De qualquer forma, eu estou esperando para agitar e ter um grande momento com vocês muito em breve novamente na minha turnê. Mal posso esperar! Amo todos vocês.

 
Busca no site