logotipo
33 anos de rock'n'roll

Edição Atual

Música do Dia


ROBERT PLANT - The May Queen

  • Scream Of Agony Fest: Eternal Darkness DCLXVI e mais em SP

    Terça, 22 de agosto de 2017
  • Ouça gravação inédita de Lemmy Kilmister com guitarrista do Headcat

    Terça, 22 de agosto de 2017
  • Ouça agora o novo single de Robert Plant “The May Queen”

    Segunda, 21 de agosto de 2017

The Vintage Caravan: trio islandês se apresentou no Sesc Belenzinho em SP

THE VINTAGE CARAVAN

SESC Belenzinho, SP/SP (08/10/2016)

 

Texto por Marly Cardoso e fotos por Pati Patah

 

Pela primeira vez em turnê pela América do Sul, no último dia 8, um dos expoentes do stoner rock mundial aportou em São Paulo e deixou o público estarrecido com o que viu.

 

Exatamente às 21:30 soaram os primeiros acordes da guitarra de Óskar Logi Ágústsson, guitarrista e vocalista do trio oriundo da Islândia, que se completa com Alexander Örn Númason (baixo) e Stefán Ari Stefánsson (bateria).

 

Logo de cara surge um problema técnico no baixo de Alexander, que felizmente foi sanado em poucos minutos, e então a banda dá início, com força total, ao que viria a ser um show indefectível e inesquecível.

 

Todos os ingressos para o show foram vendidos! O local, a Comedoria do Sesc, era pequeno. Mas o palco, que era grande, ficou pequeno para eles, pois depois de sanado o problema o peso tomou conta, e mandando a Craving a banda já mostrou que não estava para brincadeira.

 

Energia pura, peso absurdo e um prenúncio do que estava por vir. Os meninos (sim, meninos) têm uma energia impressionante no palco. Mas Óskar não para um segundo. Mexe com a plateia, agita o tempo todo e o que chama bastante a atenção é a forma como aparentam estarem se divertindo. Parecia não ser só um show pra eles, e sim uma festa, e isto ficou nítido quando soaram os acordes de Babylon, uma das músicas mais conhecidas da banda. Riffs pesadíssimos, pura pegada anos 70 e refrões que “grudam” na mente, seguida de Shaken Beliefs.

 

Na sequência, Óskar apresentou a banda, salientando que vinham de “longe, muito longe” e perguntou “vocês são de São Paulo, certo?”. Nessa hora a impressão que tive é que estava se certificando que estava citando a cidade certa. A essa altura, entenderia se estivesse meio confuso, depois de tantos shows.

 

Depois do cumprimento, perguntou se o público curtia festa e já puxou Let Me Be, mais uma que não deixou ninguém parado. A expressão da banda era de que não estava acreditando no que via. O público respondeu à altura o poderio do trio. Cantando junto e ovacionando a mesma o tempo todo. Não era pra menos. Com três álbuns lançados, The Vintage Caravan (2009), Voyage (2012) e Arrival (2015), a banda vem se destacando no cenário mundial pelo seu som com influência essencialmente do heavy dos anos 70 associada a uma sonoridade atual, que faz a banda não ser apenas mais uma a revisitar um estilo, mas também a criar algo, a trazer elementos novos. Esse show veio sacramentar que a banda não só tinha muito a oferecer em estúdio, como também tinha muito a “destruir” ao vivo, com muito “sangue nos olhos”.

 

Seguiram com Innerverse. Viajem pura, dedilhados deliciosos, Oskár literalmente revirando os olhos (aliás, ele fazia isso o tempo todo). Momento mágico do show. Essa música é Rainbow puro! Óskar se entregava à música, bangueando sem parar.

 

Pra interromper a “viajeira” vem a Crazy Horses com o público cantando junto, ensandecido e a banda esbanjando feeling. Cocaine Sally, The King’s Voyage, Carousel, M.A.R.S.W.A.T.T., Last Day Of Light deram sequência à noite e antecederam um pequeno solo de bateria e Expand Your Mind.

 

Os meninos com almas setentistas demonstravam estar se divertindo pra valer. As cavalgadas de Óskar e o baixo pesado de Alexander são de arrepiar. Óskar sola no meio da música e em seguida convida todos “a enloquecerem” e quase no final da música desaparece do palco e ressurge correndo no meio do público, com a guitarra em punho. Enquanto toca os últimos acordes volta pro palco pulando e fazendo a galera rir.

 

Final de show? Final nada. O gran finale se deu com a Midnight Meditation, mais uma que o público cantou inteira com a banda, com sua pegada que lembra bastante Black Sabbath.

 

Enfim, Óskar se despede, diz que ama a todos e promete voltar em breve: é exatamente o que esperamos!

 

Set List:

1. Craving

2. Babylon

3. Shaken Beliefs

4. Let Me Be

5. Innerverse

6. Crazy Horses

7. Cocaine Sally

8. The King’s Voyage

9. Carousel

10. M.A.R.S.W.A.T.T

11. Last Day Of Light

12. Expand Your Mind

 

Bis:

13. Midnight Meditation

 

IMG_2353_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2364_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2377_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2389_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2397_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2408_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2423_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2441_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2501_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2526_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2534_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2541_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2548_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2551_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2555_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2557_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2573_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2583_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2587_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2614_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2648_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2655_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2657_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2687_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2760_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2773_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2782_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2786_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2801_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_2830_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_3115_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_3145_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_3161_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg IMG_3168_VINTAGECARAVAN2016_900_600.jpg TVC_crowd.jpg

 

ATENÇÃO!!!
Para postar um comentário sobre esse texto, você precisa fazer seu LOGIN no site.

Próximos Shows
Sem Eventos
Busca no site