logotipo
33 anos de rock'n'roll

Edição Atual

Música do Dia


SEPULTURA - Phantom Self

  • Amon Amarth e Abbath desembarcam essa semana no Brasil

    Quarta, 24 de maio de 2017
  • Turnê conjunta de Lynyrd Skynyrd e Deep Purple é anunciada no Brasil

    Terça, 23 de maio de 2017
  • Graspop Metal Meeting: falta pouco para edição deste ano do festival

    Segunda, 22 de maio de 2017

Morre o guitarrista Allan Holdsworth, aos 70 anos

 

Morreu neste domingo dia 17 de abril o guitarrista britânico Allan Holdsworth, ícone do rock progressivo e do fusion. Em um post no Facebook, seus filhos Louise, Sam, Emily e Rori disseram que a morte foi inesperada e todos estão em choque com o acontecimento:

 

“É com o coração pesado que nós informamos a todos o falecimento do nosso querido pai. Nós gostaríamos de privacidade nesse período de luto por nosso pai, avô, amigo e gênio musical. Nós estamos inegavelmente em choque com sua morte inesperada e não conseguimos colocar em palavras a tristeza. Sentiremos muito a sua falta”.

 

Holdsworth gravou seu primeiro disco ainda em 1969 com a banda ‘Igginbottom’s Wrench (grupo que depois se tornaria o Allan Holdsworth & Friends). Na década de 70, o guitarrista participou de trabalhos expressivos de rock progressivo e jazz como o Soft Machine, além de se envolver no álbum solo do baterista do Yes Bill Bruford, chamado Feels Good To Me. Um dos seus trabalhos mais marcantes foi no autointitulado primeiro álbum da banda de progressivo Tempest e na banda U. K. onde dividiu palco com John Wetton (King Crimson, Uriah Heep).

 

Ao longo dos anos, Holdsworth se notabilizou por um estilo único majoritariamente instrumental que combinava o jazz e o rock progressivo sempre envolvendo complexos arranjos de escalas e usando técnicas como os ligados que fizeram a revista Guitar World dizer que ele é “tão influente quanto Chuck Berry, Jimmy Hendrix e Eddie Van Halen”.

 

Fonte: Rock Brigade

 
Próximos Shows
Sem Eventos
Busca no site