logotipo
35 anos de rock'n'roll

Conheça nossas redes sociais!

Música do Dia


EVIL INVADERS - Fast, Loud 'n' Rude

  • Judas Priest e Alice in Chains confirmam datas pelo Brasil

    Quinta, 21 de junho de 2018
  • Thorhammerfest traz o melhor do folk em duas noites em São Paulo

    Quinta, 21 de junho de 2018
  • Krisiun e Brujeria: bandas tocam juntas para fãs em São Paulo

    Segunda, 18 de junho de 2018

Premiata Forneria Marconi desfila seus clássicos em São Paulo

PREMIATA FORNERIA MARCONI

Espaço das Américas, São paulo, SP, 19/04/2018

Texto por Dionísio Febraio e fotos por Leandro Almeida


Quinta-feira, 19/04, um pequeno grupo de fãs do progressivo se reuniram no Espaço das Américas para ver mais uma passagem do PFM por aqui. 13 anos longe dos palcos Brazucas, o público se entusiasmou com a excelente performance de Di Cioccio e companhia.

 

A banda abriu o show com We’re Not An Island e logo já dominaram o público que aplaudiu extasiado. O som estava ótimo e na sequência, a banda encaixou Four Holes in the Ground, carregada pelo seu toque bastante italiano no ritmo e o uso dos violinos de Fabbri. O ritmo mágico da música encantou os fãs presentes, mais uma vez.

 

A banda, porém, ganhou o público quando começa a cantar seus sucessos em italiano. La Carrozza di Hans, sucesso do Storia di un Minuto e um dos melhores momentos do show, começando pelo lindíssimo e erudito solo de piano, ao melhor estilo italiano, seguida pelo excelente trabalho nas baterias da dupla Guali e Di Cioccio. O som incrivelmente erudito da banda, se mistura ao renascentismo inglês e nos proporciona uma exímia aula de progressivo que arrancou aplausos dos presentes em pé.

 

Na sequência as músicas do novo disco, não agradaram tanto, sendo um dos pontos baixos do show, mas a incrível apresentação de Harlequin, com sua complexidade inerente e o movimento bizarro da troca de bateristas no meio da música e a pegada firme do rock com a música Mr. 9 Till 5 enumeram bem o que é o PFM.

 

Para completar o show, a banda ainda fez duas performances incríveis, numa conexão concisa e impecável entre o progressivo e o clássico. A começar por Romeu e Julieta, de Prokofiev, incrível música que também foi gravada pelo Emerson, Lake and Palmer no disco Black Moon de 92, com a diferença que o sintetizador perde espaço para o violino, recriando um estilo mais renascentista.

 

A apresentação do Overture de Guilherme Tell, fechou muito bem o show. Logo após, a banda retorna para o bis com Celebration. Mais um arregaço no palco e o PFM confirma o porquê é uma das maiores bandas setentistas e faz um dos melhores shows do ano. Pena que foram poucas pessoas que tiveram a sorte de ver essa apresentação.

 

Setlist:

1. We're Not An Island

2. Four Holes in the Ground

3. Photos of Ghosts

4. Il banchetto

5. Dove... quando...

6. La carrozza di Hans

7. Impressioni di Settembre

8. La lezione

9. La danza degli specchi

10. Freedom Square

11. Promenade the Puzzle

12. Harlequin

13. Romeo e Giulietta: Danza dei cavalieri (cover de Sergei Sergeyevich Prokofiev)

14. Mr. 9 Till 5

15. Guillaume Tell Ouverture (cover de Gioachino Rossini)

Bis:

16. Celebration

 

LeandroAlmeida__LAA0005.jpg LeandroAlmeida__LAA0022.jpg _LAA0005.jpg _LAA0007.jpg _LAA0008.jpg _LAA0011.jpg _LAA0014.jpg _LAA0017.jpg _LAA0018.jpg _LAA0019.jpg _LAA0022.jpg _LAA0025.jpg _LAA0029.jpg _LAA0033.jpg _LAA0038.jpg _LAA0039.jpg _LAA0041.jpg _LAA0043.jpg _LAA0046.jpg _LAA0049.jpg _LAA0050.jpg _LAA0053.jpg _LAA0055.jpg _LAA0056.jpg _LAA0058.jpg _LAA0059.jpg _LAA0061.jpg _LAA0062.jpg _LAA0063.jpg _LAA0067.jpg _LAA0072.jpg _LAA0074.jpg _LAA0075.jpg _LAA0079.jpg _LAA0084.jpg _LAA0087.jpg _LAA0090.jpg _LAA0092.jpg _LAA0100.jpg _LAA0110.jpg _LAA0113.jpg

 

ATENÇÃO!!!
Para postar um comentário sobre esse texto, você precisa fazer seu LOGIN no site.

Próximos Shows
Sem Eventos
Busca no site